INSCRIÇÃO: 00358
 
CATEGORIA: RP
 
MODALIDADE: RP10
 
TÍTULO: Conexão UDLA: os efeitos da produção audiovisual
 
AUTORES: Thamires Braz da Silva (Centro Universitário Ritter dos Reis); Marcelo de Barros Tavares (Centro Universitário Ritter dos Reis)
 
PALAVRAS-CHAVE: audiovisual, comunicação institucional, relações públicas internacionais, ,
 
RESUMO
O projeto apresenta a produção audiovisual, realizada durante o segundo semestre de 2016, na disciplina de Relações Públicas Internacionais que propôs uma ação de relacionamento e integração entre os alunos de Relações Públicas do Centro Universitário Ritter dos Reis – UniRitter, com os alunos e professores do curso de comunicação da Universidad de Las Américas – UDLA. Para tanto, o desafio proposto era compor um produto do planejamento da comunicação institucional da Faculdade de Comunicação Social – FACS da Instituição, e o vídeo institucional integrou as ações do planejamento estratégico de Relações Públicas Internacionais. O dinamismo e as características do discurso foram preponderantes para o êxito com o público chileno.
 
INTRODUÇÃO
O curso de Relações Públicas no Centro Universitário Ritter dos Reis - UniRitter permite que os alunos tenham experiências e se construam como profissionais com visão estratégica e capacitados ao mercado de trabalho, capazes de aplicar tudo que aprenderam no curso na sua área de comunicação e gestão das mais variadas empresas. Os alunos aprendem com situações reais do mercado e seu grande desafio é pensar de maneira criativa em projetos e desafios que possam vir a ser enfrentados. Planejamento, execução e avaliação dos resultados são o grande foco curso, dentro da perspectiva da comunicação organizacional (KUNSCH, 2003), em que também conta com os laboratórios de fotografia, áudio e vídeo, totalmente a disposição da criatividade dos alunos, que por sua vez são tratados pelos professores como colegas, e não como aluno/professor como é feito na maioria das universidades da cidade, criando um vínculo maior e sua experiência na universidade se torna muito mais valiosa. O profissional de Relações Públicas por poder atuar em diversas áreas, se comunicar em ambientes diferentes tornando assim uma profissão onde organizações se interessem pelo profissional e o mercado sofre constantemente várias crises, conflitos internos, públicos insatisfeitos fazendo com que recorrem para o serviço de um Relações Públicas. Cabe ressaltar ainda, que os conceitos de multiculturalismo e interculturalidade (FERRARI, 2015), deram subsídios para o desenvolvimento da prática de ensino, em que os alunos precisaram criar uma estratégia de relacionamento para um público estratégico, visando atingir os objetivos organizacionais. Ao longo do segundo semestre de 2016, durante a disciplina de Relações Públicas Internacionais do curso de Relações Públicas do Centro Universitário Ritter dos Reis (UniRitter), apresentou a proposta de vivenciar uma ação prática da área.
 
OBJETIVO
O objetivo maior do projeto “Conexão UDLA”, da disciplina de Relações Públicas Internacionais, foi a promoção e divulgação dos cursos de Comunicação Social do Centro Universitário Ritter dos Reis (UniRitter) na Universidad De Las Americas (UDLA), e, houve a necessidade de planejar um resultado assertivo para o público estratégico. Neste sentido, os Relações-Públicas, segundo Kunsch (2003) devem buscar conhecimentos e técnicas, em outras áreas afins, para serem utilizados no planejamento de comunicação institucional. No caso específico da FACS, foi definida uma ação envolvendo a elaboração de uma produção audiovisual. Desta forma, o objetivo geral foi divulgar as ações institucionais realizadas pela ação de internacionalização construída na disciplina, ao atender alguns cursos da Instituição, enquanto clientes internos. Enquanto finalidades específicas, destaca-se o fomento da imagem institucional do UniRitter, bem como proporcionar oportunidade de uma prática acadêmico-pedagógica, em que os discentes são provocados a planejar todas as dimensões de um planejamento de comunicação com contextos internacionais. A partir de pesquisas, conversas e testemunhos de professores e alunos sobre os cursos da FACS, constatamos que nosso cliente tinha muito a mostrar para o público externo. A FACS oportuniza aos estudantes os cursos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas e Cinema. Pensando em uma boa forma de apresentar institucionalmente nossos atrativos, concebemos uma ação de Audiovisual composta por tudo que compõe a FACS. A proposta do vídeo foi demonstrar o engajamento e a igualdade de pensamento sobre o que é comunicação, e ao mesmo tempo mostrar a diversidade existente dentro da FACS, promovendo a comunicação organizacional integrada (KUNSCH, 2003).
 
JUSTIFICATIVA
O planejamento da comunicação institucional exige distintas habilidades do profissional de Relações Públicas, especialmente no que tange ao entendimento e percepção da cultura de um determinado público. De acordo com Ferrari (2015, p. 51) “[...] a interculturalidade significa a relação entre pessoas de distintas culturas e, na verdade, ela se produz desde os inícios da humanidade, à medida que pessoas de culturas diferentes se relacionaram ao longo da história [...]”. Houve uma preocupação muito grande com a língua, pelo fato de representar uma possível barreira na comunicação. E neste sentido, a comunicação intercultural: [...] utiliza a difusão quando as pessoas necessitam trocar informações, saberes que foram construídos a partir de códigos nem sempre conhecidos ou compartilhados. [...] é fundamentalmente interação, à medida que os sistemas se vinculam e compartilham conhecimentos, saberes, visões de mundo e imagens de si próprios e de outros com quem interatuam. [...] está relacionada com a o intercâmbio de signos e símbolos [...] (FERRARI, 2015, p. 55). Diante das ações apresentadas para promoção e visibilidade da imagem da UniRitter diante da Universidad de Las Americas – UDLA, localizada no Chile, se faz necessário justificar o porquê da escolha do vídeo institucional, levando em consideração a cultura do país em que estas ações foram executadas e a maneira como é vista os cursos de comunicação naquele contexto. O vídeo contribui de maneira significativa no quesito audiovisual fazendo com que o entendimento acerca deste seja maior. Sendo assim, levando em consideração que estava sendo lidado com uma língua e uma cultura completamente diferente do Brasil, se viu em um vídeo a possibilidade de explorar melhor os recursos de áudio e vídeo, a fim de fazer com que os alunos e professores da Universidad de Las Americas – UDLA entendessem de fato a mensagem que estava sendo passada. Atualmente o vídeo/ferramenta audiovisual é muito importante para as organizações e tende a crescer ainda mais, pois além de estar numa crescente onde todos possam acessar de qualquer lugar, por celular, tablet, notebook, a comunicação empresa e funcionário a partir de um vídeo torna-se mais acessível, onde os funcionários entenderam o que a organização pede e vice-versa. A comunicação audiovisual, de acordo com Bertomeu (2010), é muito importante para as empresas, pois faz com que o engajamento dos seus consumidores cresça, especificamente os vídeos atingem melhor seu público, por ser uma ferramenta acessível e mais dinâmica, quebrando algumas vezes barreiras existentes dentro de organizações. Desta maneira, o vídeo buscou ser dinâmico, contemplando o institucional, mostrando a infraestrutura da universidade, especialmente seus laboratórios, que são voltados aos cursos de comunicação; e também mostrando a opinião de professores e alunos a respeito dos cursos de comunicação, partindo do princípio de que a opinião de terceiros acerca da instituição gera mais confiança do que a opinião da própria instituição sobre ela mesma. Com a ação de apresentação do nosso cliente (FACS) para o público chileno, foi possível destacar o que temos de melhor, as pessoas, que consolidam a força dos cursos de comunicação e a vontade de estar presente no mundo fazendo a diferença. Com isso, percebeu-se que uma produção audiovisual poderia ter o retorno desejado com o público chileno. Kunsch (2003, p. 98) fala que “[...] a área de relações públicas tem de ser vista sob a ótica da interdisciplinaridade e, na prática, se vale simultaneamente do aporte do conjunto delas, ocorrendo apenas a predominância de uma sobre a outra segundo as especificidades de cada caso [...]”. E, com este princípio, as ações de comunicação institucional foram concebidas para estes cenários.
 
MÉTODOS E TÉCNICAS UTILIZADOS
Após a proposta feita pelo professor fomos pesquisar com nosso cliente o que ele queria que fosse apresentado no dia da ação. Fizemos pesquisas com os três professores coordenadores dos cursos de Relações Públicas, Jornalismo e Publicidade e Propaganda, além de conversas com os alunos e entender a visão deles sobre o curso da FACS – Faculdade de Comunicação Social da UniRitter. Pudemos perceber que os cursos da FACS tinham muito para abordar, como a coordenadora do curso de Relações Públicas, Tânia Almeida comentou “currículos onde se tem teoria e prática e um grande potencial são os professores mais jovens, onde muitos estão empreendendo e finalizando um doutorado ou uma pós-graduação, esse seria o nosso diferencial”. Já o professor do Jornalismo abordou sobre os diversas iniciativas que são propostas para os alunos, como: ● Prêmio Inqueito de Jornalismo, onde premia o trabalho dos alunos em dez categorias e tem o júri composto por acadêmicos e profissionais do mercado. ● Blog Unipautas - O aluno é desafiado a alimentar, com a supervisão dos docentes de diferentes disciplinas, o blog. O foco são matérias com temáticas amplas, incorporando a noção da apuração jornalística no processo de construção das reportagens e aplicação prática de fotojornalismo. ● Jornal Unipautas – O aluno produz conteúdos e edita dois jornais laboratório: uma versão impressa e uma versão digital. O Jornal, chamado Unipautas, tem como princípio editorial proximidade e impacto social. Disciplinas do curso simulam o ambiente de uma redação jornalística de veículo, da discussão da pauta à reportagem. Da mesma forma questionamos os alunos para entender o que eles entendiam de mais diferente dos cursos de comunicação da UniRitter. Sendo assim obtivemos respostas referentes ao crescimento dos cursos, a oportunidade de trabalho, grandes chances de internacionalização, atividades voltadas para área, preparação para o mercado de trabalho (para aqueles que já trabalham e aqueles que ainda não trabalham na área), aproveitamento de disciplinas (relacionando teoria e prática), disciplinas focadas nas áreas de atuação no mercado, professores qualificados, relacionamento mais direto entre aluno e professor, questões de internacionalização da UniRitter é muito forte pois, disponibilizam o intercâmbio, eventos da rede Laureate, aulas espelhadas e infraestrutura (laboratórios, estúdios, biblioteca). Considerando todas as respostas apresentadas, pensamos em fazer um produto audiovisual de forma criativa e dinâmica, pois “[...] algo é criativo porque, além de surpreender, resolve o que precisa solucionar [...]” (BERTOMEU, 2010, p. 3). Assim o vídeo foi pensado em abranger a principal barreira que existia, a linguagem, pois o público-alvo eram os alunos e professores da UDLA – Universidad de las Americas, seu idioma é espanhol, então colocamos como ponto principal do vídeo as legendas em espanhol, para melhor entendimento. A editoração multimídia é uma especialidade que transita e interage nas várias esferas do campo das comunicações, contado com amplas perspectivas de crescimento também no âmbito da comunicação organizacional integrada, em face dos avanços das tecnologias (KUNSCH, 2003, p. 169). Esta interação podemos observar entres os estudantes e professores que selecionamos para participar do vídeo, público da FACS, ou seja, os alunos, são presentes, alegres e receptivos. E os professores possuem ampla experiência e currículos que enfatizam a importância de profissionais capacitados no campo da Comunicação. O argumento utilizado em todo o produto audiovisual era o envolvimento e semelhança do raciocínio sobre o significado de comunicação e exaltar pluralidade de culturas existente na Faculdade de Comunicação Social, sendo assim originando uma comunicação integrada. Segundo (KUNSCH, 2003, p. 150) “[…] entendemos por comunicação integrada uma filosofia que direciona a convergência das diversas áreas, permitindo uma atuação sinérgica”.
 
DESCRIÇÃO DO PRODUTO OU PROCESSO
Nosso produto principal da ação foi o vídeo institucional, produzido no Campus Zona Sul, exibimos a infraestrutura externa e interna da Universidade. Os estudantes que estão na FACS têm possibilidade de alinhar a teoria com a prática, através dos estúdios de foto, áudio, vídeo, laboratórios de informática, agência experimental que aproxima os três cursos. Sob esta ótica, foi pautada a construção do produto audiovisual que compunha o roteiro do planejamento de comunicação institucional da disciplina de Relações Públicas Internacionais. O processo aconteceu no dia 08 de novembro de 2016, foi realizada uma ação para a divulgação dos cursos do UniRitter - Laureate International Universities no Chile, na UDLA - Universidad de las Americas, sendo eles Gastronomia, Design, Relações Internacionais e a Faculdade de Comunicação Social - FACS. Como distribuído pelo professor nas aulas anteriores, fomos escolhidos para apresentar os cursos da FACS, que são Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda. A partir disso tivemos que fazer algumas pesquisas, briefing com os professores, com os coordenadores, para entendermos o que eles queriam que a gente divulgasse na UDLA. Com estas informações e ideias, pensamos numa ação que tivesse interação dos alunos do Brasil e dos alunos do Chile. A partir disso, realizamos a gravação de um vídeo institucional, com imagens dos laboratórios, salas de aula, imagens dos ambientes internos do UniRitter, para que quando mostrássemos o vídeo eles entendessem como é a nossa infraestrutura da Instituição. Na sequência, dessas imagens perguntamos para três alunos de cada curso para que respondessem com uma palavra, “O que é relações públicas da FACS para você?”, “O que é Publicidade e Propaganda da FACS para você?”, “O que é Jornalismo da FACS para você?”, e depois desta pergunta, fizemos o mesmo com três professores dos cursos. Os docentes escolhidos foram a Coordenadora do Curso de Relações Públicas, Tania Almeida; a Professora de Jornalismo, Mariana Corsetti Oselame; e o Professor de Publicidade e Propaganda, Francisco dos Santos. Posteriormente o vídeo mostra uma outra pergunta, “O que é comunicação?”, onde apareciam várias pessoas falando sobre o que era comunicação para elas, de diversos cursos. Finalizado o vídeo pensamos em como poderia ser a ação no Chile, como íamos criar uma interação com os alunos e professores que estariam lá. Então decidimos que a ação do Chile seria desta forma: a aluna que representou o grupo no Chile, se apresentaria, falaria seu nome, seu curso, seu semestre, contaria um breve histórico sobre a FACS - Faculdade de Comunicação Social e perguntaria para os alunos e professores, “O que é comunicação?”. Neste momento, durante a execução no Chile, pedimos uma palavra de cada aluno presente, e assim escrevemos no quadro, mostrando a todos o que é comunicação para eles, após a aluna que viajou até Chile, passou o vídeo, mostrando o que é comunicação para os alunos do UniRitter e faria uma conclusão ao final mostrando os dois lados da comunicação. Após esta apresentação ela foi entregue um kit contendo, um jornal e uma revista produzidos pelos alunos do curso de Jornalismo, um folder da própria instituição, um copito (copo entregue quando os alunos são matriculado) e um lápis da instituição. E no final da ação seria sorteado uma blusa de um evento que aconteceu na UniRitter, produzido pela FACS, chamado de JOB DATE.
 
CONSIDERAÇÕES
Para atingir o objetivo do trabalho, que era a promoção e divulgação dos três cursos de Comunicação na Universidad de Las Americas – UDLA, no Chile, se fez necessário contar com o trabalho em equipe, onde todo o grupo teve participação primordial. Este trabalho consistiu em um briefing inicial, para conhecer o país a ser realizada a ação; discussão para elaboração do que seria apresentado no Chile; produção e apresentação, totalizando mais de um mês de envolvimento. Para realização da ação, a fim de atingir o objetivo estipulado no início do trabalho, foram utilizadas ações como visita de integrante do grupo à UDLA e criação de vídeo institucional para apresentação no Chile como formas de criar uma interação entre as duas partes. O vídeo buscou apresentar a Universidade, seus alunos, professores e infraestrutura, e, através do conhecimento dos alunos e professores da UDLA acerca da UniRitter, esta, por também ser da Rede Laureate, poderia despertar o interesse dos sujeitos para fins de intercâmbio, por exemplo. Os comentários referentes a apresentação sobre a FACS, no Chile foram bons, os alunos falaram bastante dessa oportunidade de nos conhecer, por sermos de outro país, que a infraestrutura da UniRitter parece ser agradável, relacionado aos cursos eles acharam bem parecido com os que eles já têm, podendo assim pensar num intercâmbio acadêmico. Mostrando também a importância do vídeo, sendo peça chave para esta ação bem sucedida, sem ele não geraria esta integração e os resultados bons que tivemos, pois um vídeo mostrando o posicionamento do cliente, suas atrações, infraestrutura, gera uma busca pela experiência de querer conhecer, viver aquilo que foi mostrado. Sendo assim, o trabalho atingiu seu objetivo inicial e é visto como satisfatório, tanto na ação realizada no Chile, que também contou com o apoio de todo o grupo, visto que a produção de tudo foi feita no Brasil e em aula.
 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁICAS
BERTOMEU, João Vicente Cegato (Org.); COSTA, André et al. Criação visual e multimídia. São Paulo: Cengage Learning, 2010.

FERRARI, Maria Aparecida. Comunicação Intercultural: Perspectivas, dilemas e desafios. In: ______; MOURA, Cláudia Peixoto de. (ORG.). Comunicação, Interculturalidade e Organizações: Faces e Dimensões da Contemporaneidade. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2015.

KUNSCH, Margarida Maria Krohling. Planejamento de relações públicas na comunicação integrada. São Paulo: Summus, 2003.

MOREIRA, S. V. Análise documental como método e como técnica. In: DUARTE, J., BARROS, A. Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação / Jorge Duarte e Antônio Barros (org.). São Paulo: Atlas, 2012.

STUMPF, Ida Regina C. Pesquisa Bibliográfica. In: DUARTE, J., BARROS, A. Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação / Jorge Duarte e Antônio Barros (org.). São Paulo: Atlas, 2012.