A CÁTEDRA em Comunicação e Informação INTERCOM – José Marques de Melo foi criada em junho de 2019 e tem como meta a promoção e o desenvolvimento das comunicações, o incentivo ao acesso à informação e o fomento a uma rede de colaboração em torno da comunicação e da informação. Em acordo com a ORBICOM[1], esta cátedra atuará para o aumento de troca de conhecimento, com o propósito de favorecer o desenvolvimento social, a democratização e boa governança, principalmente nos contextos nacional e regional[2]. Se aproximará de outras cátedras que atuam em temas correlatos, principalmente daquelas focadas em comunicação e informação. Disseminará o pensamento comunicacional de intelectuais, tanto os pioneiros, quanto os contemporâneos, que pensaram o campo da comunicação e da informação, assim como o do jornalista e pesquisador José Marques de Melo.

Prioridade

A CÁTEDRA em Comunicação e Informação INTERCOM – José Marques de Melo apresenta como prioridade “a defesa do reconhecimento do papel vital que a liberdade de expressão e a liberdade de acesso à informação e ao conhecimento desempenham em sociedades sustentáveis”[3], e conduzirá suas atividades na direção dos objetivos de desenvolvimento sustentável para a comunicação e a informação e na defesa de sociedades inclusivas, democráticas e participativas. Então, na condução de seus trabalhos, esta Cátedra contribuirá para o ODS 16 (Paz, Justiça e Instituições Eficazes), da agenda universal, por meio de atividades, cursos, pesquisas, reflexões e produções que possam rever e potencializar as políticas de comunicação e informação, de forma a garantir a manutenção das identidades culturais e dos interesses coletivos e democráticos.

Objetivos gerais

- Promover a liberdade de expressão para todos e todas e a participação de cidadãos na agenda de desenvolvimento pós-2015;

- Compartilhar o conhecimento para avançar o desenvolvimento de mídia com abordagem inclusiva, para fortalecer a educação comunicacional / jornalística nos campos nacional e internacional;

- Favorecer o acesso universal à informação e ao conhecimento, contribuindo com a construção da paz, do desenvolvimento social e econômico sustentável e do diálogo intercultural, através da comunidade mundial REA (Recursos Educacionais Abertos)[4];

- Promover o estudo e a difusão da obra e do pensamento do pesquisador José Marques de Melo, primeiro doutor em Jornalismo e um dos principais teóricos da comunicação no país, e de relacioná-lo com os mais diversos temas de atualidade da comunicação social.

Objetivos específicos

- Construir um núcleo permanente de reflexão e ação sobre políticas de comunicação, potencializando o uso das modernas tecnologias de difusão em processos de desenvolvimento, contribuindo para a preservação das identidades culturais nacionais/regionais;

- Oferecer um espaço plural e democrático de pesquisa a docentes, pessoal investigador e estudantes do campo da comunicação.

- Atender prioritariamente ao conhecimento produzido pela Escola Latino-Americana de Comunicação e disseminá-lo nas universidades brasileiras, de modo a estimular a experimentação de novos modelos comunicacionais sintonizados com as demandas da sociedade neste período de sedimentação da democracia representativa;

- Desenvolver projetos de investigação, divulgação social e de transferência do conhecimento que possam ser relacionadas, de uma forma ou de outra, com a obra e/ou pensamento de José Marques de Melo, como cursos, conferências, simpósios ou seminários;

- Envolver estudantes de graduação e pós-graduação, professores pesquisadores e profissionais da comunicação em pesquisas empíricas sobre comunicação e informação e suas interfaces, promovendo o ensinamento em áreas diferentes, bem como em melhorar suas habilidades em geral empenhando-os em projetos de pesquisas inovadores;

- Incentivar a publicação e o intercâmbio de publicações, trabalhos de investigação e de qualquer tipo de materiais acadêmicos que resultem de interesse a todo tipo de projetos pertinentes à comunicação e de interesse coletivo;

- Promover a mobilidade internacional de estudantes, docentes e demais investigadores interessados no estudo e avanço da comunicação.

- Organizar cursos de curta duração, presenciais e a distância, na área de comunicação e informação.

- Promover eventos científicos integrados com universidades e empresas brasileiras e estrangeiras envolvidas com a área da comunicação e informação.

Objetivos específicos a médio e longo prazos

- Avançar culturalmente, evitando o elitismo atávico dos intelectuais, através da indução das camadas populares para alcançar patamares mais elevados;

- Neutralizar a apatia das massas, conduzindo-as à cidadania;

- Reduzir as desigualdades educacionais, criando condições para que toda a sociedade alcance patamares mínimos de cognição, criação, criticidade;

- Buscar proximidade com as universidades virtuais brasileiras, voltadas à profissionais do campo da comunicação social, visando fomentar mais e melhores políticas públicas de comunicação e informação.

Atividades

- Estudos e pesquisas sobre o campo da comunicação e informação e de suas interfaces;

- Promoção de cursos de curta duração presenciais e a distância sobre temas voltados à comunicação e informação;

- Organização de eventos acadêmicos com a participação de professores, pesquisadores e alunos de universidades públicas e privadas, como também profissionais de mercado do território nacional e de outros países.

Público-alvo

- Pesquisadores, professores universitários, alunos de graduação e de pós-graduação;

- Acadêmicos com interesse no tema comunicação e informação e suas interfaces;

- Profissionais da área de comunicação e da informação, da educação e produtores culturais;

- Atores culturais, políticos, pesquisadores.

Transferência de conhecimento

Através da Rede Pro-Intercom será possível transferir o conhecimento para diversas regiões do país e do exterior, tanto na modalidade presencial quanto a distância. Oficinas relacionadas à comunicação e informação e o acesso amplo e democrático, promoção de práticas abertas de metodologia de pesquisa serão oferecidas como cursos livres ou de extensão através da Intercom e de seus parceiros. Produtos de valor intelectual serão utilizados para compartilhar conhecimento através da rede Pró-Intercom e fomentar comunidades ao redor de iniciativas relacionadas ao trabalho da Cátedra.

Equipe Inicial
Giovandro Marcus Ferreira
Fernando Almeida
Sônia Jaconi
Nair Prata



[1] Citado em: en.unesco.org/sdgs

[2] Os REA são materiais para ensinar, aprender e pesquisar, que estão em domínio público ou são publicados com uma licença de propriedade intelectual que permite sua livre utilização, adaptação e distribuição. A Unesco criou uma comunidade mundial em REA (OER Community wiki), para compartilhar informações e trabalhar de forma colaborativa em questões relativas ao uso de REA. A Unesco está desenvolvendo uma nova e inovadora Plataforma de REA, que oferecerá publicações da Organização selecionadas como REA, e permitirá que comunidades de prática, incluindo professores, estudantes e profissionais da educação, possam copiar, adaptar e compartilhar seus recursos livremente. Disponível em: unesco.org/new/pt/brasilia/communication-and-information/

[3] A Orbicom é uma rede internacional que vincula líderes de comunicação dos setores acadêmico, de mídia, corporativo e governamental com o objetivo de proporcionar a troca de informações e o desenvolvimento de projetos compartilhados.

[4] Concordando com as ações do ORBICOM, dito em Um mandato global para melhorar as comunicações Disponível em : unesco.org/new/en/communication-and-information/

intercom pinheiros

SÃO PAULO - SP
(11) 2574 8477 | (11) 3596 4747
R.JOAQUIM ANTUNES, 705 - PINHEIROS - 05415-012
SECRETARIA@INTERCOM.ORG.BR



Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13 às 17h


intercom BRIGADEIRO

São Paulo - SP
(11) 3892 7558
AV. BRIG. LUIS ANTÔNIO, 2.050 - CONJ. 36- BELA VISTA