POR DENTRO DOS GPs INTERCOM - GP Comunicação e Esporte

11 de dezembro de 2018

A Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) possui atualmente 34 Grupos de Pesquisa (GPs), que reúnem pesquisadores de todo o Brasil em torno dos principais temas de estudo no campo da Comunicação. Considerados o coração dos congressos nacionais da entidade, os GPs foram criados em 1991 com o intuito de organizar e direcionar o volume cada vez maior de trabalhos apresentados no evento anual. Hoje, grande parte desses grupos se esforça para ir além de suas tão relevantes atividades nos congressos da Intercom e configurar verdadeiras redes de pesquisa.

Nesse contexto, o Grupo de Pesquisa Comunicação e Esporte tem desenvolvido pesquisas desde 1997, de forma a consolidar a área esportiva como objeto de estudos comunicacionais. Como parte da série especial “Por dentro dos GPs”, o JORNAL INTERCOM conversou por e-mail com o atual coordenador do GP Comunicação e Esporte, Rafael Fortes, professor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), onde coordena o Laboratório de Comunicação e História, e do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Confira.

INFORMAÇÕES BÁSICAS

E-mail: gp.esporte@intercom.org.br

Lista de discussão: gpesporte@googlegroups.com

Ementa: http://www.portalintercom.org.br/eventos1/gps1/gp-comunicacao-e-esporte

HISTÓRICO

O GP Comunicação e Esporte foi criado em 1997, então com o nome de Grupo de Trabalho Mídia e Esporte, coordenado pelo professor Sérgio Carvalho (UFSM). Segundo Marques e Rocco Junior (2014)*, essa primeira fase foi caracterizada por uma importante participação de pesquisadores da área de Educação Física, com temas ligados a esse campo na ementa e nos trabalhos apresentados.

Em 2001, assumia a coordenação a professora Vera Regina Camargo de Toledo (Unicamp). Tal como o coordenador anterior, ela tinha formação que combinava, entre a graduação e o doutorado, as áreas de Educação Física e Comunicação. Em 2004, o grupo, agora Núcleo de Pesquisa (seguindo as reformulações propostas pela Intercom), ganhou novo nome: Comunicação e Esporte. Esse período também foi marcado pela notável presença e influência das perspectivas oriundas da Educação Física.

No final de 2006, este e outros GPs foram extintos pela Intercom, e o tema foi integrado ao grupo de Comunicação Científica (que incluía comunicação científica, esporte, comunicação ambiental e desenvolvimento rural). Em 2009, ressurgiu um grupo autônomo intitulado Comunicação e Esporte até que, em 2012, a Intercom escolheu o tema “Esportes na Idade Mídia – diversão, informação e educação” para seu congresso nacional, realizado na Unifor, em Fortaleza (CE). A escolha foi muito importante para dar legitimidade ao tema na área.

REFERÊNCIA:

MARQUES, José Carlos; ROCCO JUNIOR, Ary José. As inquietações da adolescência: os desafios epistemológicos do GP de Comunicação e Esporte em seus 18 anos de História. In: MORAIS, Osvando J. de (org.). Ciências da comunicação em processo: paradigmas e mudanças nas pesquisas em comunicação no século XXI. São Paulo: Intercom, 2014. Disponível em: http://portcom.intercom.org.br/ebooks/arquivos/a73... . Acesso em 13 mar. 2015. p. 384-413.

CONSOLIDAÇÃO

Além do tema do congresso da Intercom em 2012, outro fator ajudou a consolidar o esporte como área de pesquisa em Comunicação: em 2014, a dissertação de mestrado de Marcio Telles da Silveira, que participara do GP Comunicação e Esporte apresentando resultados parciais de sua pesquisa, foi premiada pela Compós.

Nos congressos Intercom de 2015 e 2016, foram submetidos 50 trabalhos no GP em cada ano, contra 36 em 2014. Esse crescimento está relacionado tanto com a realização da Copa do Mundo da FIFA e dos Jogos Olímpicos no Brasil, quanto com o local dos congressos – Rio de Janeiro em 2015 e São Paulo em 2016 –, considerando que os principais grupos de pesquisa relativos ao tema na Comunicação se localizam no Sudeste. Em 2017, no congresso nacional realizado em Curitiba (PR), foram apresentados 37 trabalhos no GP Comunicação e Esporte. E, em 2018 em Joinville (SC), o GP manteve essa média, com 35 trabalhos apresentados.

A partir de 2014, o GP começou a observar uma variação maior dos temas e perspectivas abordados – por exemplo, a questão das linguagens e narrativas, pouco presente anteriormente. Nota-se uma maciça presença de mestrandos e doutorandos, o que evidencia o crescimento e a consolidação do tema dentro da Comunicação e a entrada de mestrandos e doutorandos em programas distintos daqueles em que tradicionalmente havia orientadores especialistas no tema (UNESP: José Carlos Marques; UFJF: Márcio Guerra; UERJ: Ronaldo Helal). Ademais, tal interesse da parte de pesquisadores em formação anuncia um futuro promissor para o GP, tanto do ponto de vista quantitativo quanto do qualitativo.

PARTICIPE

A principal forma de participar do GP Comunicação e Esporte é submetendo trabalho no âmbito do Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom), realizado anualmente em setembro. Outras formas de aproximação ou participação podem ser direcionadas para o e-mail do GP: gp.esporte@intercom.org.br.

O GP também tem um grupo de discussões: gpesporte@googlegroups.com.

intercom pinheiros

SÃO PAULO - SP
(11) 2574 8477 | (11) 3596 4747
R.JOAQUIM ANTUNES, 705 - PINHEIROS - 05415-012
SECRETARIA@INTERCOM.ORG.BR



Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13 às 17h


intercom BRIGADEIRO

São Paulo - SP
(11) 3892 7558
AV. BRIG. LUIS ANTÔNIO, 2.050 - CONJ. 36- BELA VISTA