TEMA DO INTERCOM 2022 ‘É COMPROMISSO COM A DEMOCRACIA, COM A HUMANIDADE’, AFIRMA BUCCI

3 de agosto de 2022

A desinformação tem permeado os mais diversos aspectos da vida em sociedade, com efeitos nocivos aos direitos humanos fundamentais e à democracia. Dando continuidade às discussões que tem promovido nos últimos anos, a Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) propõe neste ano o tema central “Ciências da Comunicação contra a desinformação”. Este é o mote que guiará as conversas no 45º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom 2022), a ser realizado de 5 a 9 de setembro, presencialmente na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) em João Pessoa, e cujas inscrições seguem abertas até 12 de agosto.

O tema central do Intercom 2022 será apresentado e aprofundado no dia 7 de setembro, na conferência de abertura do 45º Ciclo de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, por Eugênio Bucci, professor titular na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), autor de A Superindústria do Imaginário (Autêntica, 2021) e uma das grandes referências brasileiras em informação e cultura democrática, ética e imprensa, comunicação pública e superindústria do imaginário.

O JORNAL INTERCOM teve acesso exclusivo à entrevista concedida por Bucci a Juliana Paula Fernandes Alvez, Geovanna Teixeira Nascimento, Fabiana Cardoso de Siqueira e Norma Maria Meireles Macedo Mafaldo, todas da UFPB, a ser publicada no volume 11, número 2 da Iniciacom – Revista Brasileira de Iniciação Científica em Comunicação, que será lançado durante o congresso nacional em João Pessoa. Confira alguns trechos da entrevista e vá se preparando para o Intercom 2022!

FAKE NEWS X DESINFORMAÇÃO
“As fake news são uma forma social da mentira, que só se tornou possível após a existência do que chamamos de ‘news’, segundo os formatos da instituição da imprensa e, após o advento das redes sociais, das plataformas das comunicações digitais. Trata-se de uma falsificação de forma e uma fraude de conteúdo. Mas a própria noção de fake news é imprecisa. Por isso, nós temos preferido o termo ‘desinformação’. A desinformação, portanto, é um produto de uma superindústria vocacionada para a destruição do Estado de Direito e da ordem democrática.”

SUPERINDÚSTRIA DA DESINFORMAÇÃO E EXTREMA-DIREITA
“A extrema-direita não convive com a dúvida, e por isso ela tende a ser impositiva. O canal perfeito para esse tipo de discurso é o canal que as plataformas construíram. É por essa razão que as plataformas sociais são tão propícias às pregações da extrema-direita antidemocrática. Há uma identidade profunda entre o universo comunicacional das plataformas e o modo pelo qual a extrema-direita antidemocrática convoca as massas.”

REGULAÇÃO E REGULAMENTAÇÃO: INSTRUMENTOS DEMOCRÁTICOS DE COMBATE À DESINFORMAÇÃO
“Quando se fala de regulação e regulamentação dos meios de comunicação no Brasil, algumas pessoas acham que é para fazer censura. [...] Uma regulamentação democrática monitorada por agências reguladoras, igualmente democráticas, não aumenta a censura, mas prestigia a diversidade de vozes, a livre concorrência entre as empresas, impedindo o monopólio ou o oligopólio, e isso favorece o ambiente de muito mais liberdade. Até porque regulamentação e regulação não incidem prioritariamente sobre conteúdos. Nós podemos e devemos pensar nessas normas a partir da defesa da liberdade de expressão e de imprensa e da defesa do direito à informação.”

PAPEL DA ACADEMIA
“A realização do educador e do pesquisador acontece quando aquilo que ele ensina ou pesquisa resulta em benefícios para a humanidade. [...] Isso pode se materializar em acordos, como o que estamos desenhando atualmente entre a Justiça Eleitoral, o Tribunal Superior Eleitoral e várias universidades para desenvolvermos vacinas contra a desinformação. [...] A educação no sentido amplo, no sentido da extensão, também pode funcionar muito para que as pessoas se defendam da desinformação. [...] Tudo isso a universidade pode e deve fazer, está fazendo, mas essa batalha é longa. E um dos capítulos mais bonitos, sem a menor dúvida, é a Intercom. Adotar o tema "Ciências da Comunicação contra a desinformação" como o mote do seu congresso não é por acaso. Isso é compromisso com a democracia, com a humanidade; e é exatamente assim que funciona. Eu me sinto muito feliz de ser parte desse esforço aqui e agora.”

Clique aqui para conferir a programação preliminar do Intercom 2022, que inclui mais de 15 eventos acadêmico-científicos, sessões de apresentação de trabalhos, oficinas e minicursos, lançamento de livros e premiações.

Para informações sobre inscrições, acesse a página do congresso nacional no Portal Intercom.

Acompanhe as novidades do Intercom 2022 nas redes sociais:
Intercom no Facebook
Intercom no Instagram
Intercom 2022 no Facebook
Intercom 2022 no Instagram

intercom BRIGADEIRO

SÃO PAULO - SP
(11) 91628-5225
AV. BRIG. LUÍS ANTÔNIO, 2.050 - CONJ. 36- BELA VISTA
SECRETARIA@INTERCOM.ORG.BR



HORÁRIO DE ATENDIMENTO:
SEGUNDA A SEXTA-FEIRA, DAS 8H ÀS 12H E DAS 13 ÀS 17H (ATENÇÃO: NOS MESES DE JULHO E AGOSTO NÃO HAVERÁ ATENDIMENTO PRESENCIAL.
ENTRE EM CONTATO POR E-MAIL OU POR TELEFONE. O ATENDIMENTO TELEFÔNICO É DAS 9H ÀS 16H).




Desenvolvido por Kirc Digital - www.kirc.com.br