Informativo Intercom

INFORMATIVO INTERCOM, SÃO PAULO, 23 DE DEZEMBRO DE 2020

BREVE BALANÇO DE 2020 E PERSPECTIVAS PARA 2021

Navegue pelo texto:
• CONGRESSOS VIRTUAIS
• EXPANSÃO DAS ATIVIDADES – CÁTEDRA
• PERSPECTIVAS PARA 2021

Leia também:
• Já é possível baixar os certificados do Intercom 2020
• Secretaria da Intercom: férias em janeiro

“Desafiador” talvez seja a palavra que melhor define 2020, um ano marcado pelas dificuldades trazidas pela crise não só sanitária, mas também social, econômica e política. Desafiador também será 2021, cujo horizonte já indica grandes incertezas. E “enfrentar” é o único verbo possível diante de tantos desafios, o que a comunidade de pesquisadores, docentes e estudantes da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) mostrou ser capaz de fazer com muita coragem e – por que não? – alegria.

CONGRESSOS VIRTUAIS

Em março, quando as medidas de contenção da pandemia foram implementadas, não se sabia sequer se os seis congressos anuais da Intercom poderiam ser realizados. Então, a Diretoria Executiva dialogou com as organizações locais e com entidades parceiras que se viam diante das mesmas incógnitas: estava claro que não haveria condições para grandes encontros presenciais, mas como paralisar atividades tão caras à pesquisa e ao ensino de Comunicação, justamente em um momento em que os problemas que afetam nossa sociedade são todos atravessados por questões relativas a nosso campo?

A solução foi reconfigurar os cinco congressos regionais em único Encontro Inter-regiões Intercom totalmente virtual, dando prioridade à Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), por sua relevância para o avanço qualitativo do ensino nas diversas áreas desse campo. Quanto ao nacional, a Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (Facom-UFBA) encarou a tarefa inédita de organizar o maior congresso das Ciências da Comunicação na América Latina de forma virtual, sem prejudicar suas duas principais características: a qualidade científica e a interação entre as pessoas que pensam e fazem a Comunicação no Brasil.

“Vivemos um clima de insegurança acadêmica em razão da insegurança política e sanitária. Apesar de todas as dificuldades, a crise acelera a inovação. Um ano atrás, jamais imaginaríamos que os congressos seriam totalmente on-line. Não só conseguimos, como tivemos mais de 3.000 inscritos. Para isso, tivemos que abandonar fórmulas e plataformas convencionais, e pensar em algo até então inusitado”, lembra o professor Giovandro Marcus Ferreira (UFBA), presidente da Intercom.

O resultado desse trabalho árduo enche a Intercom de orgulho. O Inter-regiões mobilizou 3.822 participantes no mês de outubro, com palestras de Leonardo Sakamoto (Uol/Repórter Brasil) e Christina Carvalho Pinto (Hollun), na abertura, e Patrícia Campos Mello (Folha de S. Paulo) no encerramento, além do Fórum Ensicom e de duas mesas-redondas em que convidados de todas as regiões brasileiras discutiram o tema central “Um mundo e muitas vozes: da utopia à distopia?”. Foram inscritos 1.382 trabalhos nas etapas regionais da Expocom, cujas festas transmitidas no YouTube agitaram as redes sociais. “A participação de estudantes, professores e pesquisadores tanto na Expocom quanto na programação científica mostrou que todos tínhamos a necessidade dessa troca. No início, imaginamos que essa partilha seria apenas de conhecimento, mas vimos que, apesar da distância física, o Inter-regiões possibilitou a troca de afetos”, avaliou, na ocasião, a professora Ariane Pereira (Unicentro), diretora Cultural da Intercom e coordenadora geral do Inter-regiões e da Expocom.

No nacional, realizado entre os dias 1º e 10 de dezembro, o clima de troca e afeto também foi a principal marca. Com mais de 3.000 inscritos, o 43º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom 2020) promoveu encontros e diálogos em uma plataforma virtual exclusiva – carinhosamente apelidada de Plataforma Acarajé pelos congressistas – que deu conta de 22 eventos científicos (inclusive o Pensacom, que tradicionalmente é realizado em São Paulo e que este ano foi incorporado à programação do congresso), 73 oficinas e minicursos, 1.032 trabalhos apresentados nos Grupos de Pesquisa e outros 508 apresentados no Intercom Júnior. Além disso, 69 livros foram lançados no Publicom, que também inovou ao realizar duas mesas temáticas e salas virtuais de bate-papo com os autores.

“A equipe de voluntários da comissão organizadora, a Diretoria Executiva e a Secretaria da Intercom fizeram uma verdadeira força-tarefa para realizar esse grande congresso. A colaboração foi o que de fato possibilitou o Intercom 2020”, comemora a professora Ivanise Hilbig Andrade (UFBA), diretora de Documentação da Intercom e coordenadora da organização local do congresso nacional.

EXPANSÃO DAS ATIVIDADES – CÁTEDRA

Além da inovação em seus congressos, a Intercom iniciou um movimento de expansão de suas atividades, aumentando sua capilaridade graças ao “novo normal” de encontros on-line. “Nesse período de pandemia, aprofundamos os relacionamentos no interior de nossa entidade. Houve um isolamento físico, mas uma aproximação social”, avalia o professor Giovandro.

Assim que os congressos regionais presenciais foram suspensos, a recém-criada Cátedra em Comunicação e Informação da Intercom prontamente organizou, em parceria com os Grupos de Pesquisa (GPs), uma série de 20 lives temáticas sobre a pandemia de covid-19 que foram ao ar entre maio e julho. A incerteza inicial sobre o formato até então inédito na Intercom logo foi substituída pela constatação de que as lives respondiam a uma demanda de nossa comunidade: no total, tiveram cerca de 2.600 inscrições para participação nas sessões do Zoom, sem contar o público que acompanhou as transmissões no Facebook da Intercom. “O resultado ultrapassou nossas expectativas. Com temas atualíssimos e convidados que são referência em suas áreas, as lives despertaram grande interesse”, comenta a professora Nair Prata (UFOP), diretora Científica da entidade e que coordenou o evento ao lado da professora Sônia Jaconi, diretora de Projetos. As gravações de todas as lives estão disponíveis no site da Cátedra Intercom, no canal da Intercom no YouTube e na página da Intercom no Facebook. E mais: o evento resultou em um livro eletrônico, intitulado "Desafios da Comunicação em tempo de pandemia - um mundo e muitas vozes", com 20 textos que aprofundam as discussões. O e-book pode ser baixado gratuitamente aqui. A Cátedra Intercom realizou, ainda, a live especial “70 anos da Televisão Brasileira: Maturidade, novas relações e outros caminhos”, no dia 12 de setembro.

Na esteira de resultados tão positivos, foi lançado o primeiro curso da Cátedra Intercom: “Metodologias de Pesquisa em Comunicação”. Com seis aulas on-line divididas em três módulos, entre os dias 2 e 7 de novembro, o curso teve 124 cursistas de 23 estados e do Distrito Federal, demonstrando o alcance propiciado pela modalidade virtual. “Com o novo impulso dado às ferramentas digitais, agora temos a capacidade de implementar ainda mais ações, que beneficiarão não só os associados da Intercom, mas toda a comunidade”, analisa a professora Sônia Jaconi.

O professor Giovandro adianta que a Cátedra Intercom vai oferecer mais cursos para variados públicos em 2021, buscando cumprir sua missão de contribuir para o desenvolvimento do campo da Comunicação, para a defesa da democracia e para uma sociedade mais justa. E, como uma andorinha só não faz verão, a Intercom assumiu a incumbência de conduzir a criação de uma Rede de Cátedras e Observatórios de Comunicação e Informação, Cultura e Desenvolvimento Social, proposta durante o I Encontro dessas cátedras e observatórios, realizado em dezembro durante o congresso nacional.

PERSPECTIVAS PARA 2021

“Os eventos virtuais de 2020 mostraram que nossa comunidade tem demandas a serem atendidas, então vamos seguir propondo inovações. E o que conseguimos realizar neste ano nos ajudará a pensar o reposicionamento de nossa entidade na transição da pandemia para o pós-pandemia, conectando as diversas instâncias de atuação da Intercom no horizonte de curto, médio e longo prazos”, afirma o professor Giovandro Ferreira. “Para subsidiar esse reposicionamento, começaremos conversando com personalidades – como Sergio Machado Rezende, ex-ministro da Ciência e Tecnologia, com quem nos reunimos agora em dezembro – e estreitando nossos laços com entidades brasileiras e internacionais”, revela o presidente da Intercom.

As ações de 2021 serão planejadas no início do ano, mas já é possível afirmar que a educação para as mídias será o grande fio condutor, de acordo com o programa da chapa que venceu as eleições internas da Intercom para o triênio 2020-2023.

“Defenderemos a pauta da educação para as mídias com afinco, priorizando a campanha para que seja componente curricular na educação básica e superior. Com a digitalização da sociedade e o impacto da inteligência artificial nas relações sociais e nas políticas públicas, é de crucial importância que o cidadão desenvolva o pensamento crítico para navegar pelas tecnologias da informação. E isso só acontecerá pela educação”, explica o professor Giovandro.

Seguindo essa linha, o tema central do 44º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom 2021), organizado pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), será “Comunicação e Resistência: educação como prática para a cidadania", marcando o centenário do pedagogo Paulo Freire. “A comunicação deve servir à conscientização das pessoas, e não a uma dinâmica de alienação. É a educação/comunicação que liberta, em detrimento da educação/comunicação que oprime. O tema do congresso em 2021 e a campanha pela educação para as mídias reafirmam a educação e a comunicação como fatores de empoderamento do cidadão.”

Nesse contexto, a Intercom também continuará propiciando publicações de excelência na forma e no conteúdo, inclusive suas duas revistas periódicas – a Revista Brasileira de Ciências da Comunicaçãoe a Iniciacom e livros produzidos no âmbito dos GPs e da Cátedra Intercom. Prioridade também será dada ao Fórum Ensicom, com o objetivo de aprofundar as discussões sobre o ensino médio e superior brasileiro e ampliar o acesso de docentes à formação cidadã e profissional, em conexão com as atividades formativas da Cátedra em Comunicação e Informação Intercom.

Desafios continuarão se apresentando em 2021. Inovação e conexão continuarão sendo as respostas da Intercom. Contamos com vocês, associados e associadas, que são a peça central de tudo o que fazemos.

A Intercom deseja boas festas, com o merecido descanso para voltarmos com ainda mais força em 2021.

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

INTERCOM 2020: CERTIFICADOS DISPONÍVEIS PARA DOWNLOAD

Os certificados de participação no 43º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom 2020) já estão disponíveis. Vale frisar que os certificados não serão enviados por e-mail, portanto cada congressista deve acessar a plataforma do congresso e o Portal Intercom para fazer o download.

Na plataforma virtual do Intercom 2020, é possível baixar os certificados de congressista e de participação em oficinas e minicursos. Basta fazer login, clicar no ícone no canto superior direito da tela e baixar o certificado de congressista. Para os certificados de oficinas, é preciso acessar cada atividade realizada e clicar para gerar o documento.

No Portal Intercom, é preciso acessar a área reservada do congressista para baixar os certificados de apresentação de trabalhos nos Grupos de Pesquisa e no Intercom Júnior.

Recomenda-se que, após fazer o download de seus certificados, o congressista guarde-os em local seguro.

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

SECRETARIA DA INTERCOM ESTARÁ EM FÉRIAS EM JANEIRO

A Secretaria da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) estará em férias coletivas entre os dias 4 de janeiro e 3 de fevereiro de 2021. Em caso de dúvidas e/ou sugestões, associados e associadas da Intercom podem enviar mensagem para secretaria@intercom.org.br e aguardar a resposta após o retorno, em 3 de fevereiro.

intercom pinheiros

SÃO PAULO - SP
(11) 2574 8477 | (11) 3596 4747
R.JOAQUIM ANTUNES, 705 - PINHEIROS - 05415-012
SECRETARIA@INTERCOM.ORG.BR



Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13 às 17h


intercom BRIGADEIRO

São Paulo - SP
(11) 3892 7558
AV. BRIG. LUIS ANTÔNIO, 2.050 - CONJ. 36- BELA VISTA