ESPECIAL EXPOCOM: Vencedores falam de suas experiências

7 de março de 2019

A Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), promovida anualmente pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), é voltada a projetos desenvolvidos no âmbito dos cursos de graduação da área em todo o Brasil. Atualmente, está aberta a chamada de trabalhos para as cinco etapas regionais da Expocom 2019, com as Instituições de Ensino Superior (IES) indicando trabalhos e alunos líderes.

A fim de inspirar os graduandos e suas instituições, o JORNAL INTERCOM apresenta mais três vencedores da etapa nacional de 2018, que receberam seus troféus no dia 8 de setembro na Universidade da Região de Joinville (Univille), durante o 41º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Confira e se inscreva!


TRICOTILOMOTOR: UMA VIDEOARTE SOBRE ESCALPELAMENTO NA AMAZÔNIA

MODALIDADE: CA04 - Videoclipe (avulso)
INSTITUIÇÃO: Universidade Federal do Pará (UFPA)
EQUIPE: Hojodrines Lima Rodrigues, Johnny Lucas do Prado Machado, Valdecir Silva Junior.
DESCRIÇÃO: A videoarte “Tricotilomotor” tem como objetivo provocar a sensibilidade do espectador ao mostrar a dor e o sofrimento de mulheres vítimas de escalpelamento na Amazônia. A forma como a grande mídia tem abordado os casos de escalpelamento serviu como inquietação para a elaboração do filme, busca fomentar discussões sobre o tema e contribui para o incentivo à arte. O produto audiovisual foi desenvolvido como trabalho final e parte avaliativa da disciplina Estética da Comunicação, da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal do Pará (UFPA), com base nos estudos das relações entre comunicação e experiência estética. Observou-se que o vídeo provocou diversas reações nos espectadores.
DEPOIMENTOS:
Hojo Rodrigues: “Vencer a Expocom 2018 me mostrou que podemos ir sempre além. A premiação conta com várias etapas e, em cada uma, vários obstáculos foram superados. Para minha carreira, acredito que será um diferencial ter uma premiação nacional que é referência na Comunicação brasileira. O anúncio do prêmio foi um momento de muita felicidade. Realmente, não imaginava que venceria uma premiação nacional. A Faculdade de Comunicação da UFPA participou com dez trabalhos na etapa nacional da Expocom, mas apenas dois foram premiados – e um deles era o “Tricotilomotor”. O mais gratificante foi a oportunidade de poder levar a nível nacional um assunto tão delicado, que é o drama do escalpelamento. Além disso, é uma oportunidade de desafiar a produção audiovisual na região amazônica.”
Johnny Machado: “Vencer a Expocom 2018 foi resultado de diversos fatores e de pessoas que trabalharam juntas com um mesmo objetivo (além das pessoas que auxiliaram de maneira indireta na execução do trabalho). Esse trabalho foi algo bem despretensioso, era apenas um trabalho final da disciplina de Estética e Comunicação e queríamos fazer algo que traduzisse um pouco do que aprendemos nessa disciplina; nos dedicamos apenas a fazer um trabalho bom. Depois de diversos incentivos é que optamos por inscrever na Expocom. Muita gente acreditou no nosso potencial mesmo quando nós, da equipe, não, e fico muito grato a todas essas pessoas que nos fizeram crer. É interessante que, no dia da premiação, eu ainda não havia chegado no auditório. Assim que cheguei, o prêmio da minha categoria estava sendo anunciado; nem notei na hora, mas os meus amigos que avisaram ‘É o teu trabalho! Vocês venceram…’. Eu fiquei surpreso e fui pegar o prêmio, mas mesmo com o troféu na mão não estava acreditando.”


ABRE O JOGO – Vivências e aspirações de pessoas transexuais e suas questões identitárias
MODALIDADE: PP12 - Publicidade em mídia digital (avulso ou conjunto)
INSTITUIÇÃO: Universidade de Fortaleza (Unifor)
EQUIPE: Ádrian Felipe Meneses Teixeira, Beatriz Bernardo Santiago Nascimento, João Pedro Lemos da Silva, Mario Maciel de Souza Junior, Vivian Maria de Sousa Correa Cesar.
DESCRIÇÃO: O projeto tem o intuito de mostrar um pouco da cultura, realidade e vivência trans, de uma forma dinâmica e real, tendo como prioridade informar e mostrar a seriedade da causa e a importância do respeito mútuo dentro da sociedade. Com a participação de pessoas transexuais e produção dos alunos de Publicidade e Propaganda da Unifor, monta-se um canal que serve como portal informativo sobre diferentes temáticas abordadas por essas pessoas. O Abre o Jogo defende que todas as formas de ser são válidas, tudo é direito de todas e todos, e com isso buscamos transformar o conhecimento em respeito.
DEPOIMENTOS:
Vivian Maria de Sousa Correa Cesar: “Participar de um congresso em nível regional e nacional é de extrema importância. Além de debater assuntos diferentes, faz você sair um pouco da sua ‘bolha’ e conhecer a visão de outros estados sobre certos assuntos, conhecer pessoas de todo o Brasil, realizar networking e ver o que está sendo produzido em nosso país. É enriquecedor ter cada vez mais referências e novas opiniões sobre novos assuntos. Continuar indo ao Intercom, seja como participante seja apenas como ouvinte, é necessário para nossa formação acadêmica e profissional. Poder assistir aos melhores trabalhos de todas as regiões do país é algo surreal, bem como analisar como o meio da pesquisa está se desenvolvendo em cada estado, sobre o que estão pesquisando e falando. O momento da premiação foi uma mistura de sentimentos: orgulho, felicidade, vontade de gritar... Mas o principal foi de união, ver que conseguimos esse prêmio com a nossa união e com o esforço de cada um; sem qualquer um de nós, o Abre o Jogo não teria toda a potência que teve para ganhar esse prêmio.”
João Pedro Lemos: “Já tinha me inscrito na Expocom antes, porém em 2018 foi a primeira vez que tive a oportunidade de competir na etapa nacional. A experiência foi incrível! Estar com amigos representando a faculdade em um congresso nacional foi algo novo e único. Além de a viagem ser maravilhosa e nos proporcionar conhecer pessoas do Brasil todo, criar vínculos e expor nossas produções para profissionais que podem avaliar isso de forma construtiva é sem sombra de dúvidas maravilhoso. O prêmio é muito motivador, então a vontade é de participar novamente todos os anos e incentivar novos colegas de curso a participarem também. O anúncio do prêmio foi muita emoção! É extremamente gratificante estar ali com as pessoas que formam a equipe, que se esforçaram para que o projeto tomasse forma e, então, lembrar tudo que foi feito, desde ideias e dificuldades até soluções – além de estar, de certa forma, representando uma parte linda da sociedade com uma causa tão importante.”
Ádrian Meneses: “Participar de um importante congresso de nível nacional nos possibilita, enquanto estudantes de Comunicação, a experiência e o estímulo de produções científicas e acadêmicas. Além do crescimento pessoal e profissional, o Intercom nos estimula a produzir trabalhos críticos e que tenham importância social e cultural no cenário atual do país. Com o coração batendo mais forte, as lágrimas que escorriam eram de alegria e de dever cumprido. Passou um filme na cabeça, lembrando o protótipo do trabalho até o produto final. Concorrendo com todo o Brasil, saímos entusiasmados para continuar com o projeto e com a certeza de que o tema era o que mais nos dava orgulho de estar ali.”
Mário Maciel: “O contato com pessoas de outros estados, o networking que há em um evento de tão grande porte, a oportunidade de poder ter a visibilidade de um trabalho em nível nacional, sem contar o incentivo de ouvir e ser ouvido que o evento nos proporciona e o aumento de referências que você compreende... Estes e outros pontos são fundamentais para a ida ao Intercom. A vontade de voltar só aumenta. Acredito que, quanto mais você participa, mais bagagem e referências recolhe. Não vejo a hora de estar presente em mais um congresso!”
Beatriz Maciel: “No momento da entrega do troféu da Expocom, a sensação é indescritível. Minha única reação foi correr junto com a equipe para pegar o prêmio. Passa pela cabeça tudo o que foi feito para que fosse possível estarmos ali, as dificuldades, as conquistas e, principalmente, termos feito tudo isso como uma equipe, unidos. No final, é uma sensação de dever cumprido.”


POR DENTRO DA OCUPAÇÃO
MODALIDADE: JO07 - Produção em Jornalismo digital (avulso/ conjunto ou série)
INSTITUIÇÃO: Associação Educacional Luterana Bom Jesus/Ielusc
EQUIPE: Jéssica Karina Weirich, Kérley Winques (professora orientadora)
DESCRIÇÃO: Reportagem multimídia produzida como parte dos requisitos para conclusão do curso de Jornalismo no Bom Jesus/Ielusc. A reportagem aborda de forma humanizada a questão da luta pela moradia, trazendo relatos dos moradores da Comunidade Machado - ocupação irregular de moradia localizada na periferia de Joinville (SC).
DEPOIMENTO: Jéssica Karina Weirich
“Foi a primeira vez que me inscrevi na Expocom, e foi enriquecedor pela troca de experiências na etapa de apresentações e pela possibilidade de conhecer os outros trabalhos, a realidade dos estudantes de Jornalismo de outras regiões do país, bem como ver o interesse dos outros competidores por assuntos em comum, como direitos humanos... Também foi uma forma incrível de valorizar o meu trabalho, que era meu TCC e exigiu bastante dedicação. Por mais que eu estivesse confiante de que tinha feito um bom trabalho, meus colegas/concorrentes tinham materiais muito bons. Eu realmente não imaginava que iria ganhar, tinha apenas esperança, sem nenhuma certeza ou confiança. Então me senti um pouco surpresa, feliz e orgulhosa de mim mesma. Também me senti feliz de poder honrar minha trajetória acadêmica levando esse prêmio para casa. Acredito que essa premiação enriquece meu currículo acadêmico, o que me deixa muito feliz. Mas, mais do que tudo isso, senti que dessa forma consegui ocupar um importante espaço com um tema que é comum em todo o país: a luta pela moradia. Como já me graduei, agora pretendo inscrever artigos e outros trabalhos nos congressos da Intercom, conforme for avançando na minha trajetória acadêmica.”

LEIA TAMBÉM:

Intercom 2019: regionais recebem trabalhos a partir de 01/03

Regulamento da Expocom 2019 implementa mudanças que refletem a realidade do mercado e do ensino de comunicação

Tudo sobre a exposição e premiação de trabalhos experimentais da graduação

Vencedores de 2018 - IV

Vencedores de 2018 - III

Vencedores de 2018 - II

Vencedores de 2018 - I

intercom BRIGADEIRO

SÃO PAULO - SP
(11) 3892 7558
AV. BRIG. LUIS ANTÔNIO, 2.050 - CONJ. 36- BELA VISTA
SECRETARIA@INTERCOM.ORG.BR



Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13 às 17h